31 dias para 31 mulheres

Em 1975 foi determinado que 8 de março seria o Dia Internacional da Mulher. A nomeação da data foi decorrente da luta das mulheres que ocorria em diversos países, além de homenagear mulheres trabalhadoras que morreram em uma tragédia em Nova Iorque em 1911, e uma manifestação de Russas no ano de 1917. Desde então, o dia serve para trazer atenção para pautas feministas e combater a desigualdade de gênero. 

 

47 anos depois, nasce a iniciativa Grupo de Trabalho Mulheres na UNESP. Para marcar sua inauguração, o Educando para Diversidade divulga relato de 31 mulheres durante os 31 dias do mês de março.  O projeto busca dar visibilidade aos relatos de história acadêmica, profissional e pessoal das mulheres que participam do grupo.